sábado, 12 de abril de 2008

Mais Respeito as Escolas Públicas

A Mídia burguesa paulista, vendida ao capital estrangeiro e aos interesses escusos da classe dominante, vêm degredando a imagem das escolas públicas. Basta abrir as páginas do Jornal Folha de São Paulo para encontrar matérias e mais matérias falando mal dos professores e dos alunos das Escolas Estaduais.

É preciso ter respeito com as Escolas Públicas Paulista, pois esta é a escola da Classe Operária e do Povo Brasileiro trabalhador. As escolas públicas hoje são democráticas, inclusivas, e para todos.

A Escola pública tem uma função social importantíssima, (isso a imprensa não diz) que é educar para a cidadania, ensinando a respeitar as diferenças sociais, culturais e econômicas. Falar mal da Escola Pública, é falar mal do povo brasileiro, e não se pode aceitar os ataques da mídia paulista preconceituosa e irresponsável.

Dia 10/04/2008, Pais, professores e alunos da Escola Estadual Prof. Fidelino Figueiredo indignados com matéria preconceituosa da jornal Folha de São Paulo fizeram uma manifestação contra a irresponsabilidade do jornal Folha de São Paulo e em defesa da escola pública de qualidade para todos/as.

Na matéria do jornal, Paulo Sampaio acusa os alunos da escola pública como possíveis ladrões e incita uma rivalidade entre "Escola rica x pobre" no subtítulo da matéria. Por tal irresponsabilidade, cerca de quarenta manifestantes exigiram do jornal a publicação de uma carta resposta.

A mídia precisa aprender a respeitar a Escola pública e sua população. E mais uma vez não podemos ficar calados contra as calúnias e injúrias que são publicadas e veiculadas pelos meios de comunicação. É preciso repudiar com veemência esses ataques e defender nossas escolas.

Mais sobre a manifestação:

Para ver as fotos da manifestação:

E para ver a matéria preconceituosa, divisionista e irresponsável publicada pela Folha clique aqui.

Um comentário:

Douglas Orestes Franzen disse...

Oi Thais, vejo q em SP há o mesmo conflito entre professores-Estado-imprensa que enfrentamos em SC. Por aqui temos o terceiro pior piso salarial do país. Drástico isso para o estado q foi o terceiro nos resultados do ENEM. Sonho em um dia ver a educação com a valorização q ela merece. Abraços. Adorei seu slide de fotos.