domingo, 12 de agosto de 2007

O uso de Imagens de Satélite no ensino da Geografia.

A geografia é a ciência que estuda as relações entre a sociedade e a natureza, e analisa como o homem organiza seu espaço na superfície da Terra. Ao organizar o espaço, a sociedade humana altera a natureza, criando e recriando novas formas e arranjos espaciais sob a superfície do globo terrestre. Essas alterações são múltiplas e complexas, e nos últimos tempos, têm atingido patamares inéditos, tanto que atualmente se discute as repercussões de uma mudança climática, com conseqüências planetárias, devido às ações antrópicas.

Para estudar e analisar essas alterações e suas conseqüências, a humanidade pode contar com a tecnologia que foi desenvolvida ao longo do tempo, pela ciência. Dessa forma, as Imagens obtidas por satélites artificiais se transformaram em importantes ferramentas para estudar as alterações na superfície terrestre; e isso, pode ser feito em várias escalas de análise, tanto temporal com espacial, e podem estudar diversos fenômenos de ordem física, não somente os efeitos do Aquecimento Global.

As imagens de satélite, atualmente, são fundamentais para se estudar os fenômenos especializáveis na superfície da Terra, e a Geografia, por estar preocupada com esses fenômenos, devem fazer uso desta importante ferramenta. Vale destacar que as imagens de satélite não devem ficar restritas ao uso acadêmico, e devem, entretanto, serem utilizadas no ensino da Geografia, posto que muitos conceitos e temas podem ser observados com esse recurso. Sem dizer, que este recurso, requer habilidades, que serão adquiridas com o seu uso.

Vale ainda destacar, que as imagens de satélite podem ser utilizadas em outras áreas de estudo, e não é uma ferramenta exclusiva da ciência geográfica.
Mas, o que gostaria de chamar atenção sobre esse tema, é que os professores de geografia, devem usar esses recursos em sala de aula, pois este material é uma ferramenta importante no mundo atual. Saber ler e analisar imagens de satélite é essencial, e deve fazer parte do ensino.
No entanto, é importante destacar que:
  • A maior parte das escolas públicas não tem imagens de satélite disponível, seja em meio digital (falta de softwares e computadores conectados a Internet) ou impresso;

  • Muitos professores não sabem utilizar as imagens de satélite, isto é, há a necessidade de uma formação continuada para os educadores aprendam a usar todo esse instrumental.

Portanto, vale destacar que atualmente as imagens de satélite estão disponíveis em meio digital, e o que falta é investimento para que as escolas tenham acesso a esse material. E falta investir ainda, na capacitação dos docentes.

Será somente com muito investimento que as escolas conseguirão fazer uso desse material, fundamental para a formação comprometida com as necessidades da atual era da informação.

2 comentários:

Sergio disse...

Um recurso de facil aprendizagem para o aluno, mas pouco utilizado em salas de aulas.
É através da dedicação para melhorar o ensino que podemos ver resultados satisfatorios perante aos alunos.

Modo interativo e dinâmico.

Parabens!!!

thaiSSperandio disse...

Realmente, é preciso muita dedicação para ensinar. Mas além disso, é preciso que as escolas tenham disponiveis todas as ferramentas necessárias, tais como softwares, computadores, ou mesmo material impresso.

Assim, as aulas poderam ser mais dinamicas e interativas.

Obrigada.